O que é Comércio Eletrônico?


Por Redação do LojistaOnline – Abnor Gondim

Quem está fora do mundo de negócios online pode virar “ponto.morto”
O Comércio Eletrônico (CE) online é obra da Internet, a rede mundial de computadores que transformou o planeta numa aldeia global. Com um endereço na web, a empresa pode montar sua loja virtual e vender a qualquer hora.

Por isso, ganha força a advertência de especialistas do ramo também conhecido por e-commerce – “Quem não é ponto.com é ponto.morto”.

Assim, pelo mundo virtual, é possível oferecer total comodidade para o consumidor: a compra pode ser feita no conforto do escritório, em casa ou de qualquer parte do mundo. Tudo com o uso de meios eletrônicos de pagamento, a exemplo dos cartões de crédito.

Outra vantagem é que o CE possibilita transações comerciais de vários segmentos da economia. No começo, eram apenas os produtos palpáveis. Agora são viagens, zodíaco, consultorias e uma vasta gama de serviços.

Conceito

Vale conferir uma definição acadêmica sobre a atividade. Segundo Luiz Alberto Albertin, da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP), o CE é “a realização de toda a cadeia de valores dos processos de um negócio em um ambiente eletrônico, por meio da aplicação intensa das tecnologias da comunicação e de informação, atendendo aos objetivos de negócio”.

É claro que Comércio Eletrônico envolve outras transações comerciais que não passam necessariamente pela internet. São os cartões de crédito, caixas eletrônicos e serviços de atendimento ao cliente (SAC).

Bilhões pela web

O CE pela internet é que vem cada vez mais dominando essa inovação. Veja os dados do relatório 2008 da empresa de consultoria especializada e-Bit, ligada à Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, principal entidade multissetorial da economia digital na América Latina:
• Os 50 milhões de usuários da Internet, 900% a mais do que em 2000, gastaram em 2008 um total de R$ 8,2 bilhões, 30% a mais do que no ano anterior;
• Em 2009, o faturamento deve saltar para R$ 10 bilhões.

Saiba mais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Com%C3%A9rcio_eletr%C3%B4nico
http://www.camara-e.net/
http://www.camara-e.net/RevistaDigital/index.html
http://www.e-commerce.org.br/
http://www.ebook-gratis-download.com/ebooks-ecommerce-01.htm
http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/01/08/comercio-eletronico-no-brasil-movimento-8-2-bilhoes-de-reais-em-2008/
http://empresasefinancas.hsw.uol.com.br/comercio-eletronico.htm
http://ce.desenvolvimento.gov.br/

Be Sociable, Share!

Faça seu comentário

  1. Oséias Gomes em disse:

    Muito bem colocado, quem não é ponto.com é ponto.morto.
    Esta é a grande virada do comercio em geral. Os clientes podem escolher os produtos que querem comprar, fazer as comparações com outros produtos, e ainda avaliar preço e qualidade do produto e da empresa que está vendendo. Tudo sem sair de casa, utilizando um PC. Estamos na era do e-Consumidor.

    Parabens ao blog.

  2. Pingback: Páginas sobre comércio eletrônico « juliomax

Deixe uma resposta